•  Velocidade: nos EUA a medida de velocidade oficial é a MPH (ou milhas por hora) e isso não é problema pois a velocidade máxima marcada nas placas ao lado das rodovias, é também a mesma marcada pelo velocímetro no painel do carro. Então é só dirigir dentro do limite que em geral variam entre 55 a 70 mph (90 a 105 km/h) nas rodovias e de 20 a 30 mph (32 a 48 km/h) em áreas residenciais.
  • Faróis: A regra é igual a daqui, ao cair a noite, o uso do farol baixo para dirigir é obrigatório
  • Conversão a direita: uma particularidade nos EUA é que mesmo que o sinal esteja vermelho, você pode virar a direita sem nenhum problema, desde que não tenha nenhum outro carro vindo de outra direção. Em algumas esquinas, você ainda vai encontrar placas dizendo que a conversão é proibida no “red light”, mas se não tiver essa placa, pode seguir e virar à direita tranquilamente.
  • Não consuma bebidas alcoólicas e pegue a direção: assim como no Brasil, dirigir sob influência de álcool bem como qualquer outra substância, o chamado DUI (driving under the influcence) é considerado crime nos EUA .
  • Habilitação: Nossa CNH comum é válida para dirigir na Flórida. Não é necessária a emissão da carteira internacional.
  • Estacionamento: sempre fique atento às vagas reservadas para portadores de necessidades especiais. As multas nesses casos podem ser bem altas. Nos EUA, quase nenhum carro possuí placa na frente, somente atrás. Se esse for o caso do carro que você alugar, tome cuidado para não estacionar de ré (portanto escondendo a placa), pois isso pode lhe render uma multa.
  • Sinalização: Como as placas de trânsito do mundo são feitas para serem entendidas por todos, você não terá dificuldades de se acostumar, os semáforos seguem os padrões, verde (seguir), amarelo (atenção) e vermelho (parar).